Embrapa Hortaliças


Biotecnologia

A Embrapa Hortaliças possui projetos de pesquisa em biotecnologia desenvolvidos em duas áreas de conhecimento: Biologia Celular e Biologia Molecular.

Biologia Celular

Os trabalhos em Biologia Celular iniciaram-se em 1977 com a criação do Laboratório de Biologia Celular, que tem por objetivos executar, promover e articular atividades científicas e tecnológica em cultura de tecidos de plantas para o desenvolvimento do sistema produtivo de hortaliças no Brasil.

O laboratório possui toda a infra-estrutura necessária para o desenvolvimento de trabalhos em cultura de tecidos e transformação de plantas (via Agrobacterium e biobalística). A equipe técnica é composta de um pesquisador (Antonio Carlos Torres) e quatro laboratoristas (Leni L.C. Fonseca, Adiel G. Dornelas, José e Francisco).

Dentre os produtos gerados com o apoio deste laboratório destacam-se a variedade de couve-flor “Vitória de Verão”, adaptada para a região nordeste do País e o estabelecimento de um programa de produção de “batata-semente” livre de vírus, que são fornecidas aos agricultores para a produção de batata-semente básica, reduzindo as importações.

Outras atividades

A Biologia Celular oferece anualmente o Curso de Cultura de Tecidos e Transformação de Plantas, com o patrocínio do Centro Brasileiro Argentino de Biotecnologia, visando o treinamento de pesquisadores, professores e demais profissionais da área do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

Treinamento e Estágio

O laboratório também oferece um programa de treinamento e estágio para alunos e profissionais que atuem neste segmento biotecnológico.

Biologia Molecular

O Laboratório de Biologia Molecular foi criado em 1996 com o objetivo de promover, executar, monitorar e articular atividades técnico-científicas na área de Biologia Molecular, visando apoiar e dar suporte ao desenvolvimento de projetos integrantes do sistema produtivo de hortaliças.

O laboratório é constituído de 3 salas: laboratório, sala de fotografia e sala de radioatividade. Nesse conjunto encontram-se equipamentos que permitem desenvolver trabalhos na área de construção de vetores, análise de plantas transgênicas e fotodocumentação de géis, PCR, e outras atividades relacionadas.

Voltar        Topo